Pesquisa personalizada

segunda-feira, setembro 29, 2008

Qual o livro da sua vida?

E você daria a sua vida por ele?

Um tanto quanto trágica a pergunta. Os poucos leitores que ainda perseveram a essa minha inconstância e se mantém frequentando este blog devem ter percebido essa fase revoltada nesse retorno. Não liguem! Qualquer rebeldia é mero tipo. Coisa de quem quer aparecer. Criança malcriada precisando de atenção.

Mas, sim, depois dessa pequena introdução que só serviu para dar tempo à sua cabecinha para responder com alguma segurança a pergunta acima... deu tempo de pensar? Vamos lá, qual o livro da sua vida?

Ou melhor: qual o último livro que está hoje no altar reservado ao livro da sua vida?

Já tive vários.

  • Viagem ao centro da Terra Julio Verne: quando era um pré-adolescente sonhando com descobertas fantásticas.
  • Dom Quixote de La Mancha Cervantes: quando era um pré-adolescente começando a entender entrelinhas e abstrações.
  • Dracula e Frankenstein Bram Stoker e Mary Shelley, respectivamente: quando era um adolescente me abrindo para o entendimento da alma humana, seus desejos e frustrações. E começando a entender que bem e mal são conceitos relativos.
  • O Retrato de Dorian Gray Oscar Wilde: quando saindo da adolescência entendia o cinismo e a arrogância, suas aplicações práticas na engrenagem social.
  • A Menina dos Olhos de Ouro Balzac: quando jovem, interessado nas relações humanas e sociais e na observação do comportamento humano.
  • Lugar nenhum Neil Gaiman: quando jovem, overatarefado precisando de um fantasioso escape para relaxar a mente e não perder a capacidade de sonhar.

Provavelmente nesta lista eu estou sendo ingrato com milhares de páginas de outros livros que me prenderam a atenção em todos estes anos de leitura. Alguns que em seu momento até possam ter sido mais importantes para mim... mas, enfim, se lembrei desses algum significado deve ter.

Mas a pergunta é: você daria sua vida por qualquer livro da sua lista... por AQUELE livro? Fosse ele o último exemplar prestes a ser incinerado, você pouparia sua breve vida ou a daria para perpetuar aquele amontoado de palavras que por um motivo ou outro tiveram sua preferência por qualquer tempo que seja... você tem essa resposta?

O que é um livro?

Um comentário:

Sav. disse...

olha eu aqui de novo. ^^

então, não daria minha vida por um livro.
já houveram livros que, em determinada época, se tornaram "o livro da minha vida", claro.
mas não daria minha vida por nenhum deles, não sei se porque a época deles já passou, ou porque eles não foram tão importantes assim.
(ou talvez seja apenas o fato de achar que nenhum livro possa ser realmente perdido para sempre. ^^')